A importância de se pregar as unidades

Lc.15:3-4

“E ele lhes propôs esta parábola, dizendo: Que homem dentre vós, tendo cem ovelhas e perdendo uma delas, não deixa no deserto as noventa e nove e não vai após a perdida até que venha a achá-la?”

Introdução: A ótica de Jesus é confrontadora para qualquer época.

Pense em um homem com cem ovelhas, e ele agora se vê sem uma delas, de repente, decide deixar as noventa e nove, porque uma se perdeu. Alguém pode ver isso como um exagero, ninguém faria isso. Outros, podem ver como desdém, pois o que é “uma” ovelha quando se tem noventa e nove ovelhas?

Jesus está deixando claro que, não é que nosso olhar não deva ser para as massas, ou multidões (99), mas, também se faz necessário um olhar para as unidades (1). Sabemos que ele falou para multidões (falaremos disso em outro momento), mas também falou de pessoa a pessoa. Se existe algo que nos encanta em Jesus (dentre muitas coisas), é sua capacidade de perceber o que os homens não estão entendendo, o valor da pregação para uma pessoa. Haja, visto, Lucas 15 é capitulo das coisas achadas e perdidas, o que está também nos outros dois casos citados, sobre a “unidade” da moeda e do filho.

Agora, com o cenário da pandemia, isso não tem sido possível, mas, de todos é sabido que nem sempre as grandes massas humanas visam almas, e sim, um entretenimento desenfreado que infelizmente tomou conta em muitos lugares. Esperamos em Deus que após a pandemia, os trabalhos evangelísticos sigam com mais consciência e as almas, sejam de fato o foco.

A parábola  que ora acima foi citada, durante séculos tem servido de inspiração para um despertamento de consciência missionária.

  • Por Que Neste Texto Existe Uma Consciência Missionária?

Porque existe um plano de colheita que começa com uma alma.

Porque dentre o alcance de todos, está o alcance ao indivíduo.

Porque dentre o perdão para todos, está o perdão para uma alma!

O desejo expresso de Jesus por uma alma, está explicitamente nas Escrituras. Seu amor, dedicação, entrega, tempo despendido, ânimo, compaixão, evidenciam clara e profundamente o seu foco, como declara João:

Ainda tenho outras ovelhas que não são deste aprisco; também me convém agregar estas, e elas ouvirão a minha voz, e haverá um rebanho e um pastor”. (Jo.10:16)

Portanto, partindo do principio que Jesus sempre deixou claro a importância de uma alma, analisaremos alguns textos onde “Investir na pregação para as unidades, ou seja, uma alma, é o fator de alcance para outras almas, e porque não dizer, um alcance que abrange os bairros, as cidades, e os países.

  • Jesus Pregou As Unidades Porque:

1 –Queria Chegar A Toda A Samaria E Sabia Que Para Isto Acontecer Precisava Pregar Para Uma Mulher. (Jo.4)

2 –Queria Chegar A Decápolis E Sabia Que Para Isto Acontecer Precisava Pregar Para Um Homem. (Mc.5)

3 –Queria Chegar Aos Judeus E Gentios E Sabia Que Para Isto Acontecer Precisava Pregar Para Um Perseguidor Da Igreja. (Atos.9)

4 –Queria Chegar A Etiópia E Sabia Que Para Isto Acontecer Precisava Pregar Para Um Eunuco (Atos. 8)

  • Jesus Ao Fazer Isso Ensina A Verdadeira Consciência Missionária

5 – Ele quer Chegar em Mais Vidas, Em Vários Outros Lugares, E Para Isto Ele Precisa De Um Que Pregue. (Rm.10:14)

Em qualquer que seja o tempo, pregue.

Pregue a Palavra.

Pregue para uma alma.

Pregue para uma família.

Pregue na rua.

Pregue na praça.

Pregue nos ribeirinhos e alcance um povoado.

Pregue na vila e alcance um bairro.

Pregue nos bairros e alcance uma cidade.

Pregue nas cidades e ganhe uma nação

Pregue em nações e ganhe o mundo.

Pregue, pregue, mas começa com uma.

Alguém um dia pregou para Moody.

Alguém um dia pregou para Billy Graham

Alguém um dia pregou para você.

Estude este texto. Compartilhe este texto. Prepare vidas para um evangelismo pessoal com este texto. Ganhe almas para a glória de Deus. Você não tem ideia do que Deus pode fazer por alguém que você está ensinando.

Até a próxima meditação, onde meditaremos sobre “A importância do evangelho para as multidões.”

Da Redação Conampe.
“Ativando a Consciência Missionária da Igreja”