Igreja no oeste africano supera obstáculos

destaque

No mês de setembro, o Pastor João Rocha (AD Perus/Itália) fez uma visita aos trabalhos de Togo e Costa do Marfim no mês passado e relata um pouco do que presenciou. “No Togo, a batalha espiritual é muito intensa, haja vista que o país está entre as grandes capitais do Vudu”, explica o pastor.

A igreja no Togo passou por uma grande dificuldade recentemente. Após o pastor Victor Dorbor, que preside o trabalho no oeste da África, ter comprado o terreno e construído um salão que abrigaria cem pessoas com a ajuda do CONAMPE, um advogado enviou uma carta dizendo que o terreno era público e a pessoa que vendeu já estava sendo processada pela venda irregular de imóveis. “Quando o pastor avisou à polícia, o vendedor entrou no templo da igreja e passou sangue de bode e galinha nas paredes, alguns irmãos ficaram bem assustados”, revela o pastor João Rocha.

Entretanto, isso não foi capaz de impedir o avanço da obra de Deus e os irmãos já estão em um novo local cultuando ao Senhor, e aqueles que deixaram a igreja por conta desta situação já voltaram para a glória de Deus. O desafio agora é a compra do terreno em Abidjan, na Costa do Marfim, para dar início ao trabalho naquele país.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Artigo relacionado