A Nescessidade do Evangelismo

a-nescessidade-do-evangelismo

Evangelismo não é uma simples técnica, mas uma radiografia que localiza e mostra a doença do pecado, e revela o cuidado e a provisão de Deus para com a humanidade.


Primeiramente é preciso destacar o que é pecado:

Não temos aqui espaço para detalharmos todas as distinções dos termos usados para a palavra pecado no hebraico e no grego, pois, seria necessário um estudo somente neste tema, Hamartiologia, mas, para o que temos proposto usaremos apenas a palavra grega, “hamartia”. Esse termo é derivado de uma raiz que indica “errar o alvo”, “fracassar”. Trata-se do fracasso do homem em não atingir um padrão desejado por Deus expresso na vida e obra do Senhor Jesus Cristo.

Essa palavra, porém, veio a ter também um significado geral, indicando o princípio e as manifestações do pecado o desregramento, o desvio da verdade conhecida da retidão moral. O pecado tanto é um ato como também uma condição. É o estado dos homens sem regeneração, que se manifesta na forma de numerosos e perversos atos.

Condição espiritual e moral dos pecadores (Romanos. Caps. 1, 2, 3).

  1. Deus entregou-os aos desejos impuros (Rm. 1. 24,25);
  2. Deus entregou-os às paixões infames (Rm. 1. 26,27);
  3. Deus os rejeitou porque eles rejeitaram a Deus (Rm. 1. 29,32);
  4. A garganta deles é um sepulcro aberto (Rm. 3.13);
  5. A boca cheia de maldição e amargura (Rm. 3.14)
  6. Os pés velozes para derramar sangue (Rm. 3. 15);
  7. Não há temor de Deus (Rm. 3. 18). 

Podemos assim observar nos capítulos 1, 2, 3, de Romanos que o pecador passa por um RX, e está completamente perdido. As transgressões as leis divinas, leva-os a colocar-se diante de um tribunal divino, o qual os levará à condenação eterna, (Rm. 3. 23; 6. 23). Diante deste quadro tenebroso Deus, por seu imenso amor e misericórdia providenciou um plano de salvação para esta humanidade perdida. Agora Deus espera que aqueles que foram libertos e salvos da condenação levem a mensagem a outros que desconhecem, através do evangelismo, testemunhando com sua própria vida aquilo que o Senhor já fez. É bom que todo aquele que queira evangelizar conheça bem à Hamartiologia, isto é a doutrina do pecado, assim como a Soteriologia, a doutrina da salvação.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Artigo relacionado